Menu Principal

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Confira a lista de concursos em tramitação no Ministério do Planejamento


Concurseiro que se preze acompanha as novidades de certames de todas as esferas, afinal, o que vale é angariar uma vaga no serviço público. Porém, os órgãos federais são aqueles que mais concentram interessados devido às remunerações e prestígio.
Os concursos organizados por estas instituições, incluindo ministérios, fundações e autarquias, têm trâmites diferenciados para realização. Primeiro, o pedido deve ser encaminhado ao Planejamento para que, lá, sejam analisadas prioridades do governo, condições orçamentárias e necessidade de pessoal.
Outro aspecto levado em conta é a questão das despesas e investimentos que a União espera ter em outras áreas. Com exceção das sociedades de economia mista e fundações públicas, que são autônomas na formação de seus quadros, todos os órgãos têm que enviar a solicitação até 31 de maio.
A data foi estabelecida por convenção para que entrem no orçamento anual, habitualmente, feito em setembro. Ao serem protocolados no Planejamento, os pedidos passam por diversos departamentos, tais como as Secretarias de Gestão de Pessoas, Orçamento Federal, Gabinete do Ministro, entre outros.
O prazo para envio é estabelecido, no entanto, a finalização das análises não têm previsão para acontecer. Isso porque diversas especificidades são consideradas.
Ah e, também, cabe ao Planejamento autorizar a convocação de aprovados nos certames. Caso estes ainda estejam em prazo de validade, as autorizações podem ocorrer a qualquer momento, desde que haja disponibilidade orçamentária.
Quando o concurso é autorizado, o edital deve ser publicado em até seis meses a partir da publicação da portaria. Com isso, espera-se que alguns órgãos tenham certame lançado até o final deste ano.
Confira aqueles que têm pedidos em tramitação no Ministério do Planejamento:

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA)

Concurso IBAMA tem pedido de 1.630 vagas para técnico e analista administrativo, além de analista ambiental.

Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM)

Para este, os trâmites estão bem mais adiantados. O pedido já enviado conta com 313 vagas em cargos de níveis médio e superior. A boa notícia é que a solicitação está em análise do Planejamento.

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

A oxigenação do quadro é urgente, por isso, a agência reguladora, que teve seu último pedido rejeitado pela Pasta, enviará nova solicitação. O quantitativo, ainda, não foi revelado.

Agência Nacional de Águas (ANA)

O pedido com 88 vagas do Concurso ANA, de fato, já está sob a análise do Planejamento desde o ano passado. Por isso, não será protocolada outra solicitação. As oportunidades contemplam carreiras de níveis médio e superior.

Ministério do Meio Ambiente (MMA)

A Pasta já informou que enviará pedido com 168 vagas em cargos de níveis médio e superior. O primeiro contemplará a carreira de agente administrativo com 125 vagas. O segundo, analista ambiental com 43 vagas.

Advocacia Geral da União (AGU)

Informações dão conta de que o concurso para provimento de vagas na AGU foi autorizado no ano passado, ainda que extraoficialmente. Entretanto, apesar das expectativas, não houve movimentações quanto ao lançamento do certame.

Receita Federal

A carência de servidores no órgão é gritante e a solicitação para preenchimento de 2.083 para analista e auditor segue sob a análise do Planejamento. Todavia, a própria Receita afirma que não há previsão de certames até o ano que vem.

Biblioteca Nacional

O envio de solicitação para provimento de vagas é anual e, o que se espera, é que a tradição se mantenha neste ano. Entretanto, o órgão não informou que seguirá com o pedido de 132 vagas enviando anteriormente ou se o número será modificado.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Há uma solicitação com 1.800 vagas sob a análise do Planejamento. O certame anterior, realizado em 2015, já está expirado e não tem possibilidade de prorrogação. Por isso, a necessidade de lançar novo edital é urgente.

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Outra instituição cuja carência de vagas é grave! O Instituto pede 10.468 vagas, sendo 7.888 para preenchimento por meio de novo concurso. As demais seriam providas pela convocação de 2.580 aprovados no certame anterior.

PREPARE-SE PARA ESTES E OUTROS CONCURSOS

UNIDADE EM SOBRADINHO

MATRÍCULAS ABERTAS (matutino, vespertino e noturno)


Informações: (61) 4101-8475


domingo, 3 de junho de 2018

Concurso CFBio: Edital com vagas para níveis médio e médio/técnico, com salário de até R$ 3.219,80.

Estão abertas as inscrições referentes à participação no novo concurso público do Conselho Federal de Biologia (CFBio). Sob a condução do Instituto Quadrix, o certame é regido pelo edital n° 01/2018 e visa o provimento de vagas para cargos de níveis médio e médio/técnico.

Cargos

O certame apresenta 100 vagas no total, mas apenas quatro vagas são para a contratação imediata efetiva, ficando as demais para composição de cadastro de reserva, conforme as necessidades do Conselho. Os cargos disponíveis são os seguintes:
  • Nível médio: Agente Administrativo.
  • Nível médio/técnico: Técnico em Arquivo e Técnico em Tecnologia da Informação.
As oportunidades são para lotação em Brasília e os profissionais aprovados e convocados atuarão em regime de trabalho de 30 a 40 horas semanais, com salário base de R$ 2.763,67 ou R$ 3.219,80. Além disso, haverá benefícios, como vale-alimentação no valor de R$ 40,00 por dia; plano de saúde (80% custeado pelo CFBio); plano odontológico (adesão opcional); e vale-transporte, conforme legislação.

Inscrições

Os interessados têm até a meia noite do dia 09 de julho de 2018 para efetuar as inscrições via internet, por meio do site do Instituto: http://www.quadrix.org.br. O valor cobrado como taxa de inscrição para candidatos de nível médio é de R$ 45,00 e para os de nível médio/técnico, de R$ 50,00.

Provas e validade

De acordo com o edital, todos os inscritos serão submetidos a provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório e com duração máxima de três horas. A aplicação dessas provas serão em diferentes, dependendo do cargo disputado (previstas para 19 e 26 de agosto de 2018, no turno da tarde e duração de três horas).
O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, por conveniência administrativa.

MATRÍCULAS ABERTAS

Atendimento
Seg a Sex das 8h às 22h

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Concurso CLDF 2018: Saiu o edital com 86 vagas! Até R$16mil!


A Câmara Legislativa do Distrito Federal divulgou no Diário Oficial o edital de concurso público (Concurso da Câmara Legislativa CLDF 2018) para o preenchimento de 86 vagas em cargos de ensino médio e superior. A Fundação Carlos Chagas (FCC) tem a responsabilidade do certame.
As oportunidades são destinadas aos cargos de Procurador (01), Consultor Legislativo  (17 vagas), Consultor Técnico-Legislativo (38 vagas) e Técnico Legislativo (30 vagas). Os salários chegam a R$15.879,40 para todos os cargos, com exceção de Técnico, que tem ganhos de até R$10.650,18.

O Concurso da Câmara Legislativa CLDF

A Câmara Legislativa do Distrito Federal programa oferecer vagas para as carreiras de Consultor Técnico nas áreas de Economista (01 vaga), Enfermeiro (02 vagas), Engenheiro Civil (01 vaga), Engenheiro Eletricista (01 vaga), Inspetor de Polícia Legislativa (01 vaga), Médico Perito/Ambulatorial (02 vagas), Médico do Trabalho (01 vaga), Odontologista – Perito Fiscal (01 vaga), Pedagogo (01 vaga) e Psicólogo – Clínico/Perito Fiscal (01 vaga); Técnico nas especialidades de Agente de Polícia Legislativa (03 vagas), Fotógrafo (01 vaga), Secretário (01 vaga), Técnico de Biblioteca e Arquivo (01 vaga), Técnico de Enfermagem (01 vaga), Técnico Legislativo (20 vagas – 5 PNE) e Técnico de Manutenção e Operação de Equipamentos Audiovisuais (02 vagas); Consultor Técnico nas áreas de Administrador (04 vagas), Analista de Sistemas – Área 1 (01 vaga), Analista de Sistemas – Área 2 (01 vaga), Analista de Sistemas – Área 3 (01 vaga), Analista de Sistemas – Área 4 (03 vagas), Arquiteto (01 vaga), Arquivista (01 vaga), Assistente Social (01 vaga), Bibliotecário (01 vaga) e Contador (04 vagas); Consultor Técnico nas áreas de Psicólogo Organizacional (01 vaga), Revisor de Texto (01 vaga), Taquígrafo (01 vaga), Técnico em Comunicação Social/Jornalista (01 vaga), Técnico em Comunicação Social/Relações Públicas (02 vagas), Técnico em Comunicação Social/Publicitário (01 vaga) e Técnico em Comunicação Social/Produção Multimídia (01 vaga); Consultor Legislativo nas áreas de Constituição e Justiça (05 vagas e 1 PNE), Desenvolvimento Urbano (02 vagas), Direitos Humanos e Cidadania (01 vaga), Educação, Cultura e Desporto (01 vaga), Finanças Públicas (01 vaga), Meio Ambiente (01 vaga), Redação Parlamentar (01 vaga), Regulação Econômica (02 vagas), Saúde (02 vagas) e Tributação (01 vaga); e Procurador (01 vaga).

Inscrição Concurso Câmara Legislativa CLDF 2018

As inscrições no concurso da Câmara Legislativa CLDF 2018 serão realizadas entre 10 horas do dia 25 de junho e 14 horas do dia 25 de julho de 2018, no endereço eletrônico oficial da organizadora (http://www.concursosfcc.com.br/). A taxa de inscrição custará:
  • Técnico legislativo: R$ 54,00
  • Policial legislativo: R$ 54,00
  • Consultor legislativo: R$ 78,00
  • Consultor técnico-legislativo: R$ 78,00
  • Inspetor de polícia: R$ 78,00
  • Procurador legislativo: R$ 78,00

Provas Concurso Câmara Legislativa CLDF 2018

O concurso da Câmara Legislativa CLDF contará com provas objetivas, avaliações discursivas/práticas (técnico legislativo – dependendo da especialidade). Haverá ainda, prova de títulos e prova oral, em alguns casos.
As avaliações serão aplicadas no dia 15 de setembro para Procurador, 16 de setembro para Consultor Legislativo e Agente de Polícia Legislativa e no dia 23 de setembro para Consultor Técnico-Legislativo (todas as áreas).
Informações do concurso
  • Concurso: Câmara Legislativa do Distrito Federal
  • Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas (FCC)
  • Escolaridade: médio e superior
  • Número de vagas: 86
  • RemuneraçãoR$15.879,40 e R$10.650,18
  • Inscrições: entre 10 horas do dia 25 de junho e 14 horas do dia 25 de julho de 2018
  • Taxa de Inscrição: R$54,00 e R$78,00
  • Provas: 15/09; 16/09 e 23/09
  • SituaçãoPUBLICADO

Edital – P.33 do Diário Oficial do dia 30 de maio

Último Concurso

O último concurso da Câmara contou com 75.741 inscritos, para um total de 120 vagas, o que totaliza uma média de 631/vaga. O cargo de maior procura foi o de Técnico Legislativo (21 mil inscritos) e Policial Legislativo (19 mil inscritos), ambos com exigência de nível médio.

Sobre a Câmara Legislativa DF

A Câmara Legislativa do Distrito Federal foi criada após intensa luta pela autonomia política do Distrito Federal. Em 1986, os brasilienses elegeram pela primeira vez seus representantes no Congresso Nacional e, somente em 1990, foram eleitos os primeiros deputados distritais. Como o DF absorve as funções de Estado e de Município, sua Casa Legislativa atua como um misto de Assembleia estadual e Câmara Municipal. Vinte e quatro deputados distritais, eleitos de quatro em quatro anos, compõem a Câmara Legislativa. Esse número é determinado pelo artigo 27 da Constituição Federal e corresponde ao triplo do número de deputados federais do DF. As sessões ocorrem ordinariamente de 1º de fevereiro a 30 de junho e de 1º de agosto a 15 de dezembro e, extraordinariamente, nos casos previstos na Lei Orgânica.

terça-feira, 29 de maio de 2018

5 dicas infalíveis para se manter motivado nos estudos




Você estuda, estuda e estuda, por horas a fio, pensando no concurso que vai prestar. Os problemas com aquela matéria chata só aumentam. Bate aquele desânimo… Mas ficar desmotivado é normal. A dificuldade do concurso, o peso de tomar a decisão sobre a carreira que vai estudar, a preocupação com as notas de corte: tudo isso pode sobrecarregar muito o emocional do concurseiro.
Se você ainda está inseguro, preparamos cinco dicas infalíveis para você se manter motivado nos estudos ao longo do ano. Veja:
1. Pense menos nas dificuldades
Acredite, não adianta nada ficar nervoso pensando na quantidade de coisa que ainda falta estudar, e no pouco tempo que você tem para aprender tudo. Afaste de si os pensamentos negativos: se você acumulou matérias atrasadas de ontem, tente refazer seu cronograma para recuperar o tempo perdido no fim de semana. Se não entendeu muito bem aquele tópico de determinada disciplina, pare de se torturar pensando que nunca vai conseguir aprendê-lo: vá logo ao professor e resolva de uma vez o problema. Evite ficar irritado consigo mesmo se cometer algum erro ou não conseguir cumprir a rotina de estudos algum dia. Sem desespero!
2. Faça uma lista do que você aprendeu no dia
Reconhecer o progresso que você vem fazendo pode ser uma boa estratégia para as horas em que se sentir desmotivado. Ao fim de cada dia, pegue um papel e faça uma lista do que você estudou e o que conseguiu aprender em cada disciplina. Assim, você pode manter um controle do trabalho que vem fazendo e de cada avanço que dá, por menor que seja. É hora de se parabenizar pelo seu esforço, não acha? 😉
3. Reconheça as pequenas vitórias
Esta etapa está muito relacionada com a anterior. Ficar feliz com cada pequena vitória que você alcança, ao longo de toda a extensa preparação para o concurso, é uma das chaves para compreender que o seu objetivo pode ser alcançado, e para te dar uma dimensão mais completa do que você já fez (e o que ainda falta ser feito). Por isso, anote cada vitória que obtiver na batalha contra o exame. Aqui vai uma lista de exemplos:
– Conseguiu terminar um ou mais disciplinas de peso 2?

– Conseguiu refazer uma das provas anteriores, de anos anteriores, dentro do prazo dado de 4 horas e meia?
– Conseguiu resolver toda a lista de exercícios de uma determinada matéria?
– Conseguiu dominar por inteiro algum dos tópicos daquela disciplina?

4. Cuide do básico
Lição básica para o concurseiro: corpo cansado não consegue aprender nada. Virar a noite estudando (e dormir mal), deixar de se alimentar direito ou, ainda, não fazer nada além de estudar: tudo isso pode ser o que está “acabando” com você e com a sua disposição. Se você não se cuida, não é de surpreender que se sinta desmotivado. Antes de pensar no concurso e no cargo que quer passar, pense primeiro em si mesmo. Nada de ficar bitolado, ok?
5. Mantenha o foco no que o seu objetivo significa para você
Pense no cargo, benefícios, salário, viagens e em tudo que o cargo vai lhe proporcionar se você for aprovado. Tire um tempo para pensar nos motivos pessoais que te levam a esse grande esforço de passar em concurso. Pense no que a aprovação significa para você, o que te faz perseguir esse sonho e o que vai mudar na sua vida daqui para frente. Estabeleça o que é importante para você, pessoalmente, e priorize os seus objetivos. Muito mais do que pensar nas recompensas a longo prazo, como sucesso ou dinheiro, estabilidade, abraçar o significado de tudo isso pode te fazer seguir em frente muito mais motivado.
Fonte: Guia do Estudante (com adaptações)

terça-feira, 3 de abril de 2018

Concurso Polícia Federal 2018 – Nível Médio: Carência de 5.300 servidores! Salário de R$4.2MIL





É grande a expectativa por um novo edital de concurso da Polícia Federal (Concurso Polícia Federal 2018) para o cargo de Agente Administrativo, requisito de nível médio. A função tem um alto número de cargos vagos, o que compromete o funcionamento de modo regular na PF. O último concurso foi realizado em 2013 e tem validade até este ano.
PREPARE-SE A MÉDIO E LONGO PRAZO SEM SAIR DE SOBRADINHO  (61) 4101-8475
O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (PENAPEF), Luis Antônio de Araújo Boudens, informou recentemente que a Polícia Federal tem um déficit de13.300 servidores. Desse quantitativo, 5.300 são do cargo de Agente Administrativo. O cargo tem exigência de Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC. O salário inicial do cargo chega a R$ 4.270,77.
Nos últimos anos, quatro mil policiais deixaram o departamento em virtude de aposentadoria ou outros motivos, sem que esse quantitativo tenha sido reposto. E com o encolhimento do quadro, vem a sobrecarga. “Temos colegas trabalhando 12 por 12 horas nas fronteiras, porque não tem efetivo”, relatou. Para os sindicalistas, os reflexos de um efetivo maior poderiam ser sentidos até mesmo na Operação Lava-Jato, cujos especialistas não conseguem estimar um fim, tamanho o alcance dos esquemas criminosos. “Já teria solução, com a condenação ou não dos envolvidos. O processo é lento porque tem 30, 40 pessoas trabalhando em uma operação de uma grandeza, de uma magnitude dessas.

Déficit é alto

Segundo informou o Tribunal de Contas da União (TCU), a PF está com efetivo insuficiente para combater os ilícitos praticados nas regiões de fronteira. Na opinião de Jones Leal, da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), o departamento deveria quadruplicar o quantitativo de policiais nessa faixa do território, que hoje não chega a 500. “No mínimo, na pior das hipóteses, necessita de 2 mil policiais”, frisou.
Ainda de acordo com Jones, o problema é grave. “Nosso problema nas fronteiras é gravíssimo. Temos faixa de fronteira de 100 quilômetros sem nenhum policial. Fronteira seca por onde entra e sai todo tipo de ilícito”, alertou. “Nós não fabricamos AR-15, não fabricamos M16, não fabricamos AK-47, não fabricamos nenhum tipo de armamento pesado, e eles estão todo dia sendo apreendidos pelas polícias do nosso país”, lamentou.
PREPARE-SE A MÉDIO E LONGO PRAZO SEM SAIR DE SOBRADINHO  (61) 4101-8475

O Concurso Polícia Federal 2018 – Nível Médio

O cargo de Agente Administrativo realiza atividades de nível médio, de grande complexidade, envolvendo a apresentação de solução para situações novas, a necessidade de constantes contatos com autoridades de média hierarquia, com técnicos de nível superior e/ou contatos eventuais com autoridades de alta hierarquia e abrangendo planejamento em grau auxiliar e pesquisas preliminares realizadas sob supervisão indireta, predominantemente técnica, visando à implementação das leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica; supervisão dos trabalhos que envolvam a aplicação das técnicas de pessoal, orçamento, organização, métodos e materiais executados por equipes auxiliares, chefia de secretarias de unidades da mais alta linha divisional da organização.

PREPARE-SE A MÉDIO E LONGO PRAZO SEM SAIR DE SOBRADINHO  (61) 4101-8475

Provas do Concurso Polícia Federal 2018 – Nível Médio

As matérias exigidas no concurso são as seguintes (conforme o último edital):
CONHECIMENTOS BÁSICOS – AGENTE ADMINISTRATIVO
LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego/correlação de tempos e modos verbais 7 23 Emprego do sinal indicativo de crase. 8 Sintaxe da oração e do período. 9 Pontuação. 10 Concordância nominal e verbal. 11 Regência nominal e verbal. 12 Significação das palavras. 13 Redação de Correspondências Oficiais (Manual de Redação da Presidência da República). 13.1 Adequação da linguagem ao tipo de documento. 13.2 Adequação do formato do texto ao gênero.
NOÇÕES DE INFORMÁTICA: 1 Noções de sistema operacional (ambientes Linux e Windows). 2 Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft Office e BrOffice). 3 Redes de computadores. 3.1 Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet. 3.2 Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome e similares). 3.3 Programas de correio eletrônico (Outlook Express, Mozilla Thunderbird e similares). 3.4 Sítios de busca e pesquisa na Internet. 3.5 Grupos de discussão. 3.6 Redes sociais. 3.7 Computação na nuvem (cloud computing). 4 Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. 5 Segurança da informação. 5.1 Procedimentos de segurança. 5.2 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 5.3 Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, anti-spyware etc.). 5.4 Procedimentos de backup. 5.5 Armazenamento de dados na nuvem (cloud storage). 
RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Estruturas lógicas. 2 Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. 3 Lógica sentencial (ou proposicional). 3.1 Proposições simples e compostas. 3.2 Tabelasverdade. 3.3 Equivalências. 3.4 Leis de De Morgan. 3.5 Diagramas lógicos.4 Lógica de primeira ordem. 5 Princípios de contagem e probabilidade. 6 Operações com conjuntos. 7 Raciocínio lógico envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais.
ATUALIDADES: 1 Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia.
NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: 1 Noções de organização administrativa. 1.1 Centralização, descentralização, concentração e desconcentração. 1.2 Administração direta e indireta. 1.3 Autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista. 2 Ato administrativo. 2.1 Conceito, requisitos, atributos, classificação e espécies. 3 Agentes públicos. 3.1 Legislação pertinente. 3.1.1 Lei nº 8.112/1990. 3.1.2 Disposições constitucionais aplicáveis. 3.2 Disposições doutrinárias. 3.2.1 Conceito. 3.2.2 Espécies. 3.2.3 Cargo, emprego e função pública. 4 Poderes administrativos. 4.1 Hierárquico, disciplinar, regulamentar e de polícia. 4.2 Uso e abuso do poder. 5 Licitação. 5.1 Princípios. 5.2 Contratação direta: dispensa e inexigibilidade. 5.3 Modalidades. 5.4 Tipos. 5.5 Procedimento. 6 Controle da administração pública. 6.1 Controle exercido pela administração pública. 6.2 Controle judicial. 6.3 Controle legislativo. 7 Responsabilidade civil do Estado. 7.1 Responsabilidade civil do Estado no direito brasileiro. 7.1.1 Responsabilidade por ato comissivo do Estado. 7.1.2 Responsabilidade por omissão do Estado. 7.2 Requisitos para a demonstração da responsabilidade do Estado. 7.3 Causas excludentes e atenuantes da responsabilidade do Estado. 8 Regime jurídico-administrativo. 8.1 Conceito. 8.2 Princípios expressos e implícitos da administração pública. 9 Decreto nº 1.171/ 1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal). 10 Resoluções 1 a 10 da Comissão de Ética Pública da Presidência da República.
NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1 Constituição Federal. 1.1 Conceito, classificações, princípios fundamentais. 1.2 Capítulo III Segurança Pública: artigo 144. 2 Direitos e garantias fundamentais. 2.1 Direitos e deveres individuais e coletivos, direitos sociais, nacionalidade, cidadania, direitos políticos, partidos políticos. 3 Organização político-administrativa. 3.1 União, estados, Distrito Federal, municípios e territórios. 4 Administração pública. 4.1 Disposições gerais, servidores públicos. 5 Poder executivo. 5.1 atribuições do presidente da República e dos ministros de Estado. 6 Constituição Federal.
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – AGENTE ADMINISTRATIVO
NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: 1 Características básicas das organizações formais modernas: tipos de estrutura organizacional, natureza, finalidades e critérios de departamentalização. 2 Organização administrativa: centralização, descentralização, concentração e desconcentração; organização administrativa da União; administração direta e indireta. 3 Gestão de processos. 4 Gestão de contratos. 5 Noções de processos licitatórios. 
NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA: 1 Orçamento público. 1.1 Conceito. 1.2 Técnicas Orçamentárias. 1.3 Princípios orçamentários. 1.4 Ciclo Orçamentário. 2 O orçamento público no Brasil. 2.1 Plano Plurianual na Constituição Federal. 2.2 Diretrizes orçamentárias na Constituição Federal. 2.3 Orçamento anual na Constituição Federal. 2.4 Estrutura programática. 2.5 Créditos ordinários e adicionais. 3 Programação e execução orçamentária e financeira. 3.1 Descentralização orçamentária e financeira. 3.2 Acompanhamento da execução. 4 Receita pública. 4.1 Conceito. 4.2 Classificação segundo a natureza. 4.1 Etapas e estágios. 5 Despesa pública. 5.1 Conceito. 5.2 Classificação segundo a natureza. 5.3 Etapas e estágios. 5.4 Restos a pagar. 5.5 Despesas de exercícios anteriores. 6. Lei de Responsabilidade Fiscal. 6.1 Conceitos e objetivos. 6.2 Planejamento.
NOÇÕES DE GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES: 1 Conceitos, importância, relação com os outros sistemas de organização. 2 A função do órgão de Gestão de Pessoas: atribuições básicas e objetivos, políticas e sistemas de informações gerenciais. 3 Comportamento organizacional: relações indivíduo/organização, motivação, liderança, desempenho. 
NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS MATERIAIS. 1 Classificação de materiais. 1.1 Tipos de classificação. 2 Gestão de estoques. 3 Compras. 3.1 Modalidades de compra. 3.2 Cadastro de fornecedores. 4 Compras no setor público. 4.1 Edital de licitação. 5 Recebimento e armazenagem. 5.1 Entrada. 5.2 Conferência. 5.3 Critérios e técnicas de armazenagem. 6 Gestão patrimonial. 7.1 Controle de bens. 7.2 Inventário. 7.3 Alterações e baixa de bens. V
NOÇÕES DE ARQUIVOLOGIA: 1 Conceitos fundamentais de arquivologia. 2 O gerenciamento da informação e a gestão de documentos. 2.1 diagnósticos. 2.2 Arquivos correntes e intermediário. 2.3 Protocolos. 2.4 Avaliação de documentos. 2.5 Arquivos permanentes. 3 Tipologias documentais e suportes físicos. 3.1 Microfilmagem. 3.2 Automação. 3.3 Preservação, conservação e restauração de documentos. 31
LEGISLAÇÃO APLICADA À POLÍCIA FEDERAL: 1 Lei nº 7.102/1983: dispõe sobre segurança para estabelecimentos financeiros, estabelece normas para constituição e funcionamento das empresas particulares que exploram serviços de vigilância e de transporte de valores, e dá outras providências. 2 Lei nº 10.357/2001: estabelece normas de controle e fiscalização sobre produtos químicos que direta ou indiretamente possam ser destinados à elaboração ilícita de substâncias entorpecentes, psicotrópicas ou que determinem dependência física ou psíquica, e dá outras providências. 3 Lei nº 6.815/1980: define a situação jurídica do estrangeiro no Brasil, cria o Conselho Nacional de Imigração. 4 Lei nº 10.826/2003: Estatuto do Desarmamento. 5 Lei nº 12.830/2013: dispõe sobre a investigação criminal conduzida pelo delegado de polícia.

Último Concurso Polícia Federal Nível Médio

O último concurso da Polícia Federal para Agente Administrativo foi realizado em 2013. Na ocasião, as vagas foram destinadas aos Estados do Acre (22 vagas), Alagoas (14 vagas), Amazonas (29 vagas), Amapá (25 vagas), Bahia (48 vagas), Ceará (32 vagas), Distrito Federal (548 vagas), Espírito Santo (32 vagas), Goiás (25 vagas), Maranhão (38 vagas), Minas Gerais (48 vagas), Mato Grosso do Sul (47 vagas), Mato Grosso (38 vagas), Pará (45 vagas), Paraíba (09 vagas), Pernambuco (35 vagas), Piauí (14 vagas), Paraná (48 vagas), Rio de Janeiro (58 vagas), Rio Grande do Norte (29 vagas), Rondônia (32 vagas), Roraima (25 vagas), Rio Grande do Sul (50 vagas), Santa Catarina (29 vagas), Sergipe (18 vagas), São Paulo (70 vagas) e Tocantins (22 vagas).
As provas objetivas aplicadas foram de de caráter eliminatório e classificatório, valendo 120,00 pontos, abrangendo as disciplinas citadas. O certame foi coordenado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).
Informações do concurso
  • Concurso: Polícia Federal 2018
  • Banca organizadora: a definir
  • Escolaridade: médio
  • Número de vagas: a definir
  • Remuneração: R$ 4.270,77
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: PREVISTO
  • Link do último edital


PREPARE-SE A MÉDIO E LONGO PRAZO SEM SAIR DE SOBRADINHO  
(61) 4101-8475


segunda-feira, 2 de abril de 2018

Concurso MEC 2018: Novo edital com 1.900 vagas deve sair em breve!



É grande a expectativa em torno do novo concurso público para o Ministério da Educação (MEC)! Foi autorizado pelos ministérios do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) e da Educação (MEC) a ampliação dos bancos de pessoal das universidades em 1.900 cargos.
A medida, prevista para 2018, faz parte do orçamento para o próximo ano pelo Ministério do Planejamento e está detalhada na Portaria Interministerial nº 316, do Diário Oficial da União do dia 19 de outubro de 2017.
Previsão do edital
Ainda não há data prevista para a publicação do edital, contudo é grande a expectativa para abertura do novo certame, entre outros fatores, devido ao fato de que desde 2009 o órgão não realizava nenhum processo seletivo.
O edital é aguardado para o segundo semestre de 2018, portanto é hora de intensificar os estudos!

COMECE JÁ A SUA PREPARAÇÃO SEM SAIR DE SOBRADINHO!
PREPARAÇÃO A MÉDIO E LONGO PRAZO PARA MINISTÉRIOS
AULAS PRESENCIAIS
MATRÍCULAS ABERTAS!
(61) 4101-8475

 
ASSCCON DO BRASIL Sobradinho on MisterWhat