Menu Principal

quarta-feira, 20 de março de 2019

Concurso Policial Legislativo do Senado: Relatório aponta 158 cargos vagos! Até R$18mil



edital de concurso do Senado Federal para o cargo de Policial Legislativo (Concurso Senado Policial Legislativo 2019) é aguardado com grande expectativa. Previsto para ser publicado no ano passado, a expectativa é o edital de Policial seja divulgado no mais breve possível, já que o legislativo tem um alto quantitativo de cargos vagos.
Segundo informações da assessoria de imprensa do Senado, “não há previsão de novos concursos”. No entanto, a Casa informou que está autorizada a preencher 40 cargos vagos, conforme consta no Orçamento Federal de 2019.
O Legislativo divulgou em janeiro deste ano, o total de cargos que estão vagos. De acordo com o relatório geral de quadro geral de servidores do Senado, são nada menos que 1.324 postos vagos. Desse quantitativo, 158 são do cargo de Policial Legislativo. O alto número de postos vagos poderá ser um dos pontos favoráveis a abertura do certame.

O Concurso Senado 2019: Policial Legislativo – Nível Médio

A validade do último concurso foi expirada no mês de julho de 2014. Sendo assim, o legislativo só poderá realizar novas contratações através de um novo concurso. Além disso, o Senado terá que realizar um novo concurso devido aos postos que ficarão vagos por aposentadorias (foram quase 500 em 2014 e pouco mais de 1.000 em 2015).
Como pode se observar, há uma grande necessidade por um novo concurso. Os altos salários e benefícios prometem acirrar a concorrência e movimentar os estudos por parte dos concurseiros de todo o país. Lembrando que a lotação das vagas ocorre somente em Brasília (DF).

Requisitos do cargo de Policial Legislativo do Senado Federal

Como requisito específico de escolaridade será exigido diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC. Além disso, para investidura no cargo será necessário: ter sido classificado no concurso público, na forma estabelecida neste edital, seus anexos e eventuais retificações; ter nacionalidade brasileira e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos;  ter idade mínima de 18 anos completos; estar em gozo dos direitos políticos; estar quite com as obrigações eleitorais e se do sexo masculino, também com as militares; possuir Carteira Nacional de Habilitação, categoria “B” ou superior; entre outras.

O que faz um Policial Legislativo?

O Policial Legislativo realizará atividades de nível médio, envolvendo o policiamento diurno e noturno, de todas as dependências do Senado Federal; fiscalização da entrada e saída de pessoas; assistência às autoridades do Senado Federal na realização de inquéritos ou investigações policiais; trabalho de segurança às personalidades brasileiras e estrangeiras, na área de jurisdição do policiamento do Senado Federal; e executar outras tarefas correlatas.
A jornada de trabalho é de 40 (quarenta) horas semanais. Os candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais (Lei 8.112/90 e alterações posteriores).

Etapas do Concurso

A expectativa é que o concurso seja composto por cinco etapas, sendo:
PRIMEIRA ETAPA: Será constituída de Provas Escritas Objetivas de Múltipla Escolha, com distribuição e valoração das questões definidas no subitem 7.2 deste edital, bem como Provas Escritas Discursivas, conforme especificações que se encontrarão dispostas edital que será divulgado.
SEGUNDA ETAPA: Será constituída de Prova de Aptidão Física, de caráter apenas eliminatório, somente para os candidatos aprovados na Primeira Etapa, conforme especificações que se encontrarão dispostas edital que será divulgado.
TERCEIRA ETAPA: Será constituída de Avaliação Psicológica, de caráter apenas eliminatório, somente para os candidatos aprovados na Segunda Etapa, conforme especificações que se encontrarão dispostas edital que será divulgado.
QUARTA ETAPA: Será constituída de Investigação Social Documental, de caráter apenas eliminatório, somente para os candidatos aprovados na Terceira Etapa, conforme especificações que se encontrarão dispostas edital que será divulgado.
QUINTA ETAPA: Será constituída de Curso de Formação, de caráter apenas eliminatório, somente para os candidatos aprovados na Quarta Etapa, conforme especificações que se encontrarão dispostas edital que será divulgado.
A primeira etapa (provas escritas objetivas de múltipla escolha e discursivas), será realizada simultaneamente nas capitais de todos os 26 (vinte e seis) Estados e do Distrito Federal. As demais etapas serão realizadas somente em Brasília-DF.

O que estudar para o concurso?

Com base no último edital de concurso, os assuntos tradicionalmente cobrados pelo Senado para o cargo de Policial Legislativo Federal são os seguintes:
LÍNGUA PORTUGUESA: Leitura e análise de textos. Estruturação do texto e dos parágrafos. Articulação do texto: pronomes e expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais. Significação contextual de palavras e expressões. Interpretação: pressuposições e inferências; implícitos e subentendidos. Variedades de texto e adequação de linguagem. Equivalência e transformação de estruturas. Discurso direto e indireto. Sintaxe: processos de coordenação e subordinação. Emprego de tempos e modos verbais. Pontuação. Estrutura e formação de palavras. Funções das classes de palavras. Flexão nominal e verbal. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência de crase. Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Redação Oficial (Manual de Redação da Presidência da República e Manual de Elaboração de Textos do Senado Federal).
NOÇÕES DE INFORMÁTICA: Correio Eletrônico (mensagens, anexação de arquivos, cópias); Microsoft Word 2000/XP em português; Edição e formatação de textos (operações do menu Formatar, Inserir, Tabelas, Exibir – cabeçalho e rodapé, Arquivo – configurar página e impressão, Ferramentas – ortografia e gramática); Microsoft Excel 2000/XP em português: criação de pastas, planilhas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, configurar página, impressão, operações do menu Formatar, operações do menu Inserir, obtenção de dados externos, classificar; Microsoft Windows 2000/XP em português: criação de pastas (diretórios), arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso de menus, uso de aplicativos, interação com os aplicativos do Microsoft Office; Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas. Redes Microsoft: compartilhamento de pastas e arquivos; localização e utilização de computadores e pastas remotas.
CONHECIMENTOS GERAIS:  Mundo Contemporâneo: elementos de política internacional e brasileira. Cultura internacional. Cultura e sociedade brasileira: música, literatura, artes, arquitetura, rádio, cinema, teatro, jornais, revistas e televisão. Descobertas e inovações científicas na atualidade e seus impactos na sociedade contemporânea. O desenvolvimento urbano brasileiro. Meio ambiente e sociedade: problemas, políticas públicas, organizações não governamentais, aspectos locais e aspectos globais. Elementos de economia internacional contemporânea. Panorama da economia nacional. Noções de Direito Administrativo: conceitos, organização administrativa brasileira, poderes administrativos, administração pública, responsabilidade civil do Estado. Administração Pública direta e indireta: autarquias, fundações, entidades paraestatais. Constituição Federal: art. 1º ao 5º; 18 ao 24; 37 ao 41; 44 ao 75. Regime Jurídico: Lei 8112/90, legislação complementar e suas alterações, se houver. Lei 9784/99. Lei 8.666/93, legislação complementar e suas alterações. Regimento Interno do Senado Federal e Regimento Comum.
ESPECIALIDADE: POLICIAL LEGISLATIVO FEDERAL Direito Constitucional: Direitos e garantias constitucionais: art. 5º da Constituição; direitos sociais; cidadania e direitos políticos. Normas Constitucionais relativas à Administração Pública e aos servidores públicos. Defesa do Estado e das instituições democráticas: segurança pública; organização da segurança pública. Ordem social: base e objetivos da ordem social; seguridade social; educação, cultura e desporto; ciência e tecnologia; comunicação social; meio ambiente; família, criança, adolescente e idoso. Direito Penal: Infração penal: elementos, espécies. Sujeito ativo e sujeito passivo da infração penal. Tipicidade, ilicitude, culpabilidade, punibilidade. Erro de tipo; erro de proibição. Imputabilidade penal. Concurso de pessoas. Crimes contra a pessoa. Crimes contra o patrimônio. Crimes contra a Administração Pública. Abuso de autoridade (Lei 4.898/65). Tráfico ilícito de drogas (Lei 11.343/2006). Crimes contra a ordem tributária (Lei 8.137/90). Estatuto da Criança e do Adolescente. Estatuto do Desarmamento: Lei 10.826/2003 e Decreto 5.123/2004. Direito Processual Penal: Inquérito Policial, Notitia Criminis. Jurisdição e competência. Prisão em flagrante e prisão preventiva. O livrar-se solto e afiança: a apresentação espontânea do acusado. Da prova: exame de corpo de delito, interrogatório e testemunhas. Das citações e intimações. Do reconhecimento de pessoas e coisas. Restituição das coisas apreendidas. Prisão especial. Atuação do advogado na fase inquisitiva. Direito Administrativo. Estado, governo e administração pública: conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e princípios. Organização administrativa da União; administração direta e indireta. Agentes públicos: espécies e classificação; poderes, deveres e prerrogativas; cargo, emprego e função públicos; Regime Jurídico: provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; direitos e vantagens; regime disciplinar; responsabilidade civil, criminal e administrativa. Poderes administrativos: poder hierárquico; poder disciplinar; poder regulamentar; poder de polícia; uso e abuso do poder. Controle e responsabilização da administração: controle administrativo; Lei 8.112/90 e suas alterações (Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União). Lei 9.784/99. Regimento Interno do Senado Federal e Regimento Comum. Ética profissional.
Lembrando que os assuntos são com base no último concurso e pode sofrer alterações. No entanto, como tradicionalmente ocorre, as matérias serão mantidas.

O último concurso de Policial Legislativo – Senado Federal

A última seleção do Senado foi divulgada em 2012, quando contou com a organização da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Foram oferecidas 246 vagas, porém o certame contou com nomeações além do número das vagas. O salário inicial foi de R$ 13.833,64, no entanto o valor já foi reajustado e passará a ser de R$ 17.705,91.
Informações do concurso
  • Concurso: Senado Federal – Policial Legislativo
  • Banca organizadora: a definir
  • Escolaridade: nível médio
  • Número de vagas: a definir (158 cargos vagos)
  • RemuneraçãoR$ 18.663,86, já incluso o auxílio-alimentação de R$924,16.
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: PREVISTO
  • Acesse o último edital do concurso aqui.

quarta-feira, 13 de março de 2019

ANVISA: Novo edital será solicitado para níveis médio e superior

Com déficit de servidores, agência vai encaminhar novo pedido de concurso público para Ministério da Economia. São esperados vagas de nível médio e superior.


Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) irá realizar um novo pedido de abertura de edital para concurso público. As oportunidades serão para os níveis médio e superior. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, a solicitação será enviada ao Ministério da Saúde, que deve encaminhar o pedido ao Ministério de Economia.
O órgão precisa de um novo certame para continuar realizando suas funções. Atualmente, encontra-se com um déficit de 85 cargos, sendo que 46 são de técnico administrativo, 29 de especialista em regulação e vigilância sanitária, e oito cargos vagos de analista administrativo.
Prepare-se com antecedência para este e outros concursos de nível médio sem sair de Sobradinho! (61) 4101-8475
Este não é o primeiro pedido encaminhado ao governo federal. Em 2017 foram solicitados 697 vagas. Sendo que 457 eram para especialista em regulação e vigilância e 124 vagas eram para técnico administrativo.
Além disso, 68 oportunidades foram destinadas para Analista Administrativo e 48 para Técnico em Regulação e Vigilância Sanitária. O déficit em relação ao último pedido aumentou, por isso é esperado que a nova solicitação seja maior que a de 2017.

Concurso Anvisa 2019: Conheça os cargos

O cargo de técnico em regulação e vigilância sanitária é de nível médio. Os aprovados no certame terão como suas atribuições a fiscalização de produção e comercialização de alimentos, a execução de atividades finalísticas.
Também são da função do cargo outras atribuições, como por exemplo a orientação aos agentes do mercado e ao público. Além disso, a fiscalização e controle de instalações físicas e demais atribuições de suporte e apoio a regulação.
O cargo de técnico administrativo também é de nível médio. Suas atribuições são voltadas a atividades administrativas, como realizar subsídio de criação de planos, projetos e programas do órgão, bem como demais atividades de normatização e regulação.
Já o especialista em regulação, de nível superior, trabalha na elaboração de normas para regulação do mercado, a gestão de informações de mercado, a criação e avaliação de planos e programas voltados ao órgão. Assim como a fiscalização, regulação e inspeção de instalações físicas da produção e comercialização de alimentos, medicamentos e materiais sanitários.
Prepare-se com antecedência para este e outros concursos de nível médio sem sair de Sobradinho! (61) 4101-8475
Por fim, o analista administrativo realizará ofícios voltadas a área administrativa e logística da Anvisa, utilizando os mecanismos necessários para o exercício de suas atividades. Para o cargo é preciso ter nível superior na área de atuação.

Último Concurso Anvisa

O último concurso realizado pela Anvisa foi em 2016. Na ocasião, foram oferecidas 78 oportunidades para o cargo de técnico administrativo. Dessas, 16 vagas foram reservadas a negros e quatro para candidatos com deficiência física.
O certame de 2016 contou com uma prova de conhecimentos básicos, com 50 questões e uma de conhecimentos específicos com 70 questões. Além disso, ainda houve uma prova discursiva. O concurso foi realizado pelo Cebraspe.
Prepare-se com antecedência para este e outros concursos de nível médio sem sair de Sobradinho! (61) 4101-8475
Em 2013 o órgão também abriu realizou um concurso. Na época, foram ofertadas 314 vagas, com 128 de nível médio, divididas entre os cargos de técnico em regulação e técnico administrativo. Sendo que 186 vagas foram para nível superior, nos cargos de especialista em regulação e analista administrativo.

Comece já a sua preparação. 
Programa de estudos para este e muitos outros concursos.


Matrículas abertas!
Unidade em Sobradinho



Informações: (61) 4101-8475

domingo, 3 de março de 2019

EDITAL IBAMA: novo concurso para 1.888 vagas será solicitado até maio! Até R$7mil!

IBAMA confirma que vai enviar novo pedido de concurso, agora para o Ministério da Economia

É grande a expectativa de realização do edital de concurso público do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Edital Concurso IBAMA). O último pedido de abertura de certame foi rejeitado pelo então Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG), mas o órgão confirmou que no decorrer nas próximas semanas deve ser encaminhado um novo ao atual Ministério da Economia, pasta de Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP).
A expectativa é de que a solicitação seja feita com mais vagas do que o último pedido, pleiteado em 2018 com 1.630 vagas distribuídas entre os cargos de Analista Administrativo (270 vagas), Analista Ambiental (750 vagas) e Técnico Administrativo (610 vagas). O salário do técnico chega a R$3.712,72, já incluso auxílio-alimentação. Os salários de analista chegam a R$ 7.675,45, além do auxílio-alimentação no valor de R$458,00.
Agora, o pedido será para 1.888 vagas, também para nível médio (759) e superior (1.129). De acordo com o Instituto, o pedido será reenviado e atualizado em virtude das aposentadorias já requeridas e previstas, entre outras modalidades de desligamento previstas na Lei n° 8.112/1990.
O concurso do IBAMA é de extrema importância, conforme informou o diretor da Associação Nacional dos Servidores Ambientais (Ascema Nacional) Emerson Luiz. “Há uma defasagem muito grande, principalmente em razão das aposentadorias de servidores que estão deixando o órgão com receio da reforma da previdência. Fora que ainda tem muitos que já tem as condições necessárias”, disse.
SEJA TÉCNICO ADMINISTRATIVO DO IBAMA 
TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475

Sobre os cargos

Requisitos para concorrer ao cargo de Analista Administrativo: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico, quando for o caso.
O que faz um Analista Administrativo? São atribuições do cargo de Analista Administrativo o exercício de todas as atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo do IBAMA, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.
De acordo com o último edital publicado, as oportunidades foram destinadas aos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

SEJA TÉCNICO ADMINISTRATIVO DO IBAMA 
TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475

Requisitos para concorrer ao cargo de Analista Ambiental: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico, quando for o caso.
O que faz um Analista Ambiental? planejamento ambiental, organizacional e estratégico afeto à execução das políticas nacionais de meio ambiente formuladas no âmbito da União, em especial as que se relacionam com as seguintes atividades; regulação, controle, fiscalização, licenciamento e auditoria ambiental; monitoramento ambiental; gestão, proteção e controle da qualidade ambiental; ordenamento dos recursos florestais e pesqueiros; conservação dos ecossistemas e das espécies neles inseridas, incluindo seu manejo e proteção; e estímulo e difusão de tecnologias, informação e execução de programas de educação ambiental. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.
Conforme o último edital publicado, as vagas do concurso IBAMA foram para o Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Edital Concurso IBAMA 2019

Os últimos editais publicados contaram sob organização do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), mais conhecido como Cespe/Unb. A expectativa é que os novos editais sejam publicados pela mesma empresa, tendo papel de receber a Inscrição, assim como aplicar as provas do concurso IBAMA.

Conteúdo: Disciplinas cobradas

As matérias cobradas no cargo de Analista Administrativo (de acordo com o último edital), foram as de Língua Portuguesa, Informática, Matemática, Raciocínio Lógico, Atualidades, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Legislação do setor de meio ambiente, Administração Geral e Pública, Administração Orçamentária, Financeira e Orçamento Público, Gestão de Pessoas e Administração de Recursos Materiais.
Já para Analista Ambiental, também de acordo com o último edital, foram as de Língua Portuguesa, Atualidades, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Legislação do setor de meio ambiente, além de conhecimentos específicos, separados por temas.
Por fim, para Técnico Administrativo são cobrados conhecimentos de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades, Matemática, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional, Direito Administrativo, Legislação do Setor de Meio Ambiente, Noções de Administração, Noções de Gestão de Pessoas e Noções de Arquivologia.
Os conteúdos, conforme visto, são grandes, o que exigem uma preparação antecipada e adequada por parte do candidato.
SEJA TÉCNICO ADMINISTRATIVO DO IBAMA 
TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475

IBAMA tem vagas para nível médio?

A resposta é sim. O IBAMA também possui em seu quadro de servidores, a função de Técnico Administrativo, cargo que requer o nível médio completo. O último concurso IBAMA para nível médio foi realizado no ano de 2012. A validade do concurso encerrou em 17 de dezembro de 2016 e não pode ser mais prorrogado, o que pode fazer com que um novo concurso seja realizado.
Requisitos do cargo de Técnico Administrativo: diploma, devidamente registrado, de conclusão de ensino médio (antigo segundo grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

SEJA TÉCNICO ADMINISTRATIVO DO IBAMA 
TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475
O que faz um Técnico Administrativo? atua em atividades administrativas e logísticas de apoio relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo do IBAMA, fazendo uso de equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades. Além disso, o técnico deve realizar atividades de nível intermediário que envolvam o suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais do IBAMA, com atuação nas áreas de controle interno, documentação, gestão de pessoas, material, patrimônio, contratos e convênios, finanças e contabilidade, compreendendo o levantamento de dados, a elaboração de relatórios estatísticos, planos, programas e projetos; a pesquisa de legislação; a emissão de relatórios técnicos e informações; a distribuição e controle de materiais de consumo e permanente; o acompanhamento da execução e fiscalização de contratos; a elaboração e conferência de cálculos diversos; a elaboração, revisão, reprodução, expedição e arquivamento de documentos e correspondências; o atendimento ao público interno e externo na sua unidade; a realização 2 de trabalhos que exijam conhecimentos básicos e/ou específicos de informática; outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade que venham a ser determinadas pela autoridade superior, bem como atividades acessórias às constantes deste rol. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Último Concurso foi divulgado em 2012

Realizado em 2012, o último concurso do IBAMA contou com 108 vagas para analista ambiental, 61 para analista administrativo e 300 para técnico administrativo (nível médio). As oportunidades foram para as áreas de licenciamento ambiental, monitoramento, regulação, controle, fiscalização e auditoria ambiental; e gestão, proteção e controle da qualidade ambiental. No último concurso foram 18 estados contemplados, além da capital federal.
Fonte: Notícias Concursos

SEJA TÉCNICO ADMINISTRATIVO DO IBAMA 
TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475

Concurso Polícia Federal Nível Médio 2019: Carência é de 5.300 servidores! Até R$4,2mil!




É grande a expectativa por um novo edital de concurso da Polícia Federal (Concurso Polícia Federal) para o cargo de Agente Administrativo, requisito de nível médio. A função tem um alto número de cargos vagos, o que compromete o funcionamento de modo regular na PF. O último concurso foi realizado em 2013 e tem validade até este ano.
O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (PENAPEF), Luis Antônio de Araújo Boudens, informou recentemente que a Polícia Federal tem um déficit de 13.300 servidores. Desse quantitativo, 5.300 são do cargo de Agente Administrativo. O cargo tem exigência de Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC. O salário inicial do cargo chega a R$ 4.270,77.

Prepare-se: TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475

Nos últimos anos, quatro mil policiais deixaram o departamento em virtude de aposentadoria ou outros motivos, sem que esse quantitativo tenha sido reposto. E com o encolhimento do quadro, vem a sobrecarga. “Temos colegas trabalhando 12 por 12 horas nas fronteiras, porque não tem efetivo”, relatou. Para os sindicalistas, os reflexos de um efetivo maior poderiam ser sentidos até mesmo na Operação Lava-Jato, cujos especialistas não conseguem estimar um fim, tamanho o alcance dos esquemas criminosos. “Já teria solução, com a condenação ou não dos envolvidos. O processo é lento porque tem 30, 40 pessoas trabalhando em uma operação de uma grandeza, de uma magnitude dessas.

Déficit é alto

Segundo informou o Tribunal de Contas da União (TCU), a PF está com efetivo insuficiente para combater os ilícitos praticados nas regiões de fronteira. Na opinião de Jones Leal, da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), o departamento deveria quadruplicar o quantitativo de policiais nessa faixa do território, que hoje não chega a 500. “No mínimo, na pior das hipóteses, necessita de 2 mil policiais”, frisou.
Ainda de acordo com Jones, o problema é grave. “Nosso problema nas fronteiras é gravíssimo. Temos faixa de fronteira de 100 quilômetros sem nenhum policial. Fronteira seca por onde entra e sai todo tipo de ilícito”, alertou. “Nós não fabricamos AR-15, não fabricamos M16, não fabricamos AK-47, não fabricamos nenhum tipo de armamento pesado, e eles estão todo dia sendo apreendidos pelas polícias do nosso país”, lamentou.

O Concurso Polícia Federal 2018 – Nível Médio

O cargo de Agente Administrativo realiza atividades de nível médio, de grande complexidade, envolvendo a apresentação de solução para situações novas, a necessidade de constantes contatos com autoridades de média hierarquia, com técnicos de nível superior e/ou contatos eventuais com autoridades de alta hierarquia e abrangendo planejamento em grau auxiliar e pesquisas preliminares realizadas sob supervisão indireta, predominantemente técnica, visando à implementação das leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica; supervisão dos trabalhos que envolvam a aplicação das técnicas de pessoal, orçamento, organização, métodos e materiais executados por equipes auxiliares, chefia de secretarias de unidades da mais alta linha divisional da organização.

Prepare-se: TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475

Provas do Concurso Polícia Federal 2018 – Nível Médio

As matérias exigidas no concurso são as seguintes (conforme o último edital):
CONHECIMENTOS BÁSICOS – AGENTE ADMINISTRATIVO
LÍNGUA PORTUGUESA 
NOÇÕES DE INFORMÁTICA
RACIOCÍNIO LÓGICO
ATUALIDADES
NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – AGENTE ADMINISTRATIVO
NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
NOÇÕES DE GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES
NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS MATERIAIS
NOÇÕES DE ARQUIVOLOGIA
LEGISLAÇÃO APLICADA À POLÍCIA FEDERAL

Prepare-se: TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475

Criação de novo cargo de nível médio

A Polícia Federal apresentou no início deste ano, a proposta para criação de uma nova carreira no quadro de servidores da corporação. O projeto, já apresentado para as associações e sindicatos de policiais federais, tem objetivo de reestruturar o órgão e criar uma nova carreira formada por policiais de nível educacional médio para funções consideradas de menor complexidade, como segurança de patrimônio e patrulhamento.
Ao assumir esses papéis como vigilância de presos e segurança patrimonial, hoje exercidos por servidores de nível superior, a nova carreira liberaria um grande contingente de policiais para assumir um papel mais ativo em investigações sobre crimes federais. O número de policiais de nível médio ainda não está definido.

Prepare-se: TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475

Último Concurso Polícia Federal Nível Médio
O último concurso da Polícia Federal para Agente Administrativo foi realizado em 2013. Na ocasião, as vagas foram destinadas aos Estados do Acre (22 vagas), Alagoas (14 vagas), Amazonas (29 vagas), Amapá (25 vagas), Bahia (48 vagas), Ceará (32 vagas), Distrito Federal (548 vagas), Espírito Santo (32 vagas), Goiás (25 vagas), Maranhão (38 vagas), Minas Gerais (48 vagas), Mato Grosso do Sul (47 vagas), Mato Grosso (38 vagas), Pará (45 vagas), Paraíba (09 vagas), Pernambuco (35 vagas), Piauí (14 vagas), Paraná (48 vagas), Rio de Janeiro (58 vagas), Rio Grande do Norte (29 vagas), Rondônia (32 vagas), Roraima (25 vagas), Rio Grande do Sul (50 vagas), Santa Catarina (29 vagas), Sergipe (18 vagas), São Paulo (70 vagas) e Tocantins (22 vagas).
As provas objetivas aplicadas foram de de caráter eliminatório e classificatório, valendo 120,00 pontos, abrangendo as disciplinas citadas. O certame foi coordenado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).
Informações do concurso
  • Concurso: Polícia Federal 2018
  • Banca organizadora: a definir
  • Escolaridade: médio
  • Número de vagas: a definir
  • Remuneração: R$ 4.270,77
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: PREVISTO
  • Link do último edital

Fonte: Notícias Concursos

SEJA UM AGENTE ADMINISTRATIVO 
DA POLÍCIA FEDERAL

Prepare-se: TURMAS EM SOBRADINHO-DF (61) 4101-8475

 
ASSCCON DO BRASIL Sobradinho on MisterWhat